quinta-feira, 5 de julho de 2012

PONTE DO CELEIRO, SANTARÉM, PELOS CAMINHOS DO RIBATEJO


RECORDAÇÕES
Recordo os pássaros
Chilreando nos salgueiros
E o vibrante cantar das rãs
Na corrente lenta dos regueiros.
E chapinhar descalça, livremente
Na água límpida da rega
Que corria docemente.
Recordo…
A música suave, tocada pelas brisas
Na folha das caneiras
E o brincar às casinhas
Sob a grande copa das nespereiras.
Recordo ainda, quando subia a cada árvore
Ofegante de ansiedade
Escalando o ramo mais alto
Sentir total liberdade.
Apanhar a fruta fresca,
Que mais me fosse de agrado
Comê-la ali, reluzente e sumarenta,
Que prazer, só hoje valorizado.

Lídia Frade



Foi aqui nesta fazenda que nasci, hoje tem uma entrada mais sofisticada, descendo esta estrada e no mesmo lugar onde se pode ver um pouco de uma vivenda de dois pisos, estava uma casinha branquinha, baixinha, onde nasci.
Hoje a fazenda que na época era um paraíso, os terrenos que eram todos semeados, cavados, onde se criava tudo, que por sua vez minha mãe vendia na praça de Santarém, agora só pinheiros e outros arbustos crescendo selvaticamente.
Esta uma foto feita a alguns km de distancia, tendo algumas casas do Reimão, Fontainhas, um pouco mais ainda no fundo longínquo com cerca de 7 km alguns prédios de Santarém. 

A FAZENDA, ONDE VEIO A LUZ AO MUNDO

Era aquela a fazenda, ONDE VEIO A LUZ AO MUNDO, era linda, e Dalila tinha um grande orgulho de ter ali nascido, não era de terrenos planos, antes pelo contrário, mas parecia um livro que se abria, ilustrado pelo maior dos artistas.
Ali em Ponte do Celeiro, nome atribuído por na entrada da povoação haver uma ponte sobre a vala de Asseca, ali de passagem para a Ponte da Asseca.
Junto da mesma ponte havia uns celeiros para guardar os cereais cultivados ali pelos pauis circundantes, e assim nascia a Ponte do Celeiro entre vales e montes, salgueiros e caneiras, pinheiros carrascos e aroeiras, casas ou casais dispersos.  
Para Dalila aquele era, e será sempre, um lugar de eleição dentro do seu coração, por tudo o que lá viveu, com pessoas que muito amou e ama, porque lá cresceu, e aprendeu a amar cada pedaço daquela fazenda, e era realmente um paraíso terreno, que guardou para sempre no seu coração.

A FAMÍLIA
Era a fazenda do bisavô Luís Môco, que Dalila não conheceu e que, ali na época, era já do Isidro do Luís Môco, seu tio-avô, que vivia em metade com a sua família, e da avó Joaquina do Luís Môco, mãe de Julieta que ali vivia também, e onde fez continuidade da sua família.
Contudo apesar de a fazenda ser herança da avó Joaquina, Dalila sempre ligou mais o local à figura do avô Zé Franquinho, avô materno, não por alguma vez o ver trabalhar na fazenda. Ele era até uma pessoa frágil e tinha contraído alguns anos atrás a doença da tuberculose, esteve num sanatório em tratamento, mas na época a cura era difícil, e a doença dominava sempre o percurso de vida.
Para além desse facto e porque era uma figura que sempre impressionou Dalila ao longo dos anos, pela sua postura, elegância, sempre impecavelmente vestido, diferente dos outros homens, sem ser com roupa de cotim, como normalmente andavam vestidos todos os trabalhadores da aldeia, era o avô que melhor conheceu, o seu avô Zé.
Depois a avó Joaquina pegou logo ao colo Dalila assim que veio ao mundo, que lhe ouviu os primeiros gritos, o primeiro choro de luta pela sobrevivência, forçados como ela lhe contava, foi a primeira neta, e a primeira filha, e a primeira menina na família, já havia dois rapazes primos e já bem crescidos, filhos da sua tia Ermelinda.

POESIA, TEXTO E FOTOS, LÍDIA FRADE

13 comentários:

  1. Respostas
    1. OBRIGADO MARQUES!!!

      PELA SUA ATENÇÃO AOS MEUS TEMPOS PERDIDOS.... AQUI REFLECTIDOS!!!

      1 BEIJO LÍDIA

      Eliminar
  2. Um poema repleto de lembranças e beleza.Parabéns.Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OI PIMENTEL!!!
      AGRADEÇO A SUA VISITA, SUA LEITURA E ATENÇÃO COMENTADA!!!

      1 BEIJO LÍDIA

      Eliminar
  3. Texto, poema e fotografias excelentes. A saudade de outros tempos, tempos de magia e felicidade.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OS MEUS AGRADECIMENTOS MARIA!!!
      É SEMPRE UM GRANDE PRAZER VER A SUA VISITA, ASSIM COMO AVALIAÇÃO COMENTADA!!!

      DESEJOS TAMBÉM DE BOM FIM DE SEMANA!!!

      1 BEIJINHO LÍDIA

      Eliminar
    2. QUERIDA MARIA!!!
      JÁ TINHA POR AQUI DEIXADO A MINHA RESPOSTA, O MEU AGRADECIMENTO PELA VISITA, CONTUDO VERIFICO AGORA QUE NÃO FICOU POSTADO, E MUITO MENOS CHEGOU ATÉ SI!!!
      OBRIGADO DEIXO UM GRANDE BEIJO!!!
      BOM DOMINGO!!!
      LÍDIA

      Eliminar
  4. Foi tão bom esse tempo de criança. Também eu sinto saudades dele. Gostei, gostei, gostei...beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. QUERIDA MARIA!!!
      QUE BOM LER VER A SUA SATISFAÇÃO PELA VISITA!!!
      IGUAL É MINHA ALEGRIA VER QUE VEIO ATÉ AO RIBATEJO, AINDA QUE POR LOCAIS MAIS DESCONHECIDOS!!!

      1 BEIJINHO AMIGA!!!
      LÍDIA

      Eliminar
  5. Olá Lídia boa tarde,
    Quero agradecer-lhe a sua visita e palavras tão elogiosas que me deixou!
    Quem lhe dá os Parabéns sou eu, porque além de excelente poetisa, tem uma belíssima prosa e as fotos lindas!
    Emocionei-me ao ler o que escreveu, porque me recordou tempos passados da minha infância em local do Ribatejo, junto ao Tejo a caminho da Beira:)), onde nasci.
    Voltarei e vou acrescentá-la na minha lista.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OLÁ AILIME!!!
      É GRANDE O MEU PRAZER VER A SUA PASSAGEM POR AQUI!!!
      NESTE MEU ESPAÇO, CHEIO DAS MINHAS SIMPLICIDADES!!!
      OBRIGADO PELAS SUAS PALAVRAS ELOGIOSAS, CHEIAS DE SIMPATIA!!!

      VOLTE SEMPRE QUE PODER, OU QUISER!!!
      DEIXO UM BEIJINHO!!!

      ATÉ SEMPRE!!!

      LÍDIA

      Eliminar
  6. O Ribatejo sempre em mente as recordações na memória e o poder da escrita, deixaram-me ler um belíssimo trabalho, onde não faltaram as boas e bonitas fotografias.
    O meu abraço de parabéns, Lídia!
    Cremilde

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OLÁ QUERIDA CREMILDE!!!
      FIQUEI MUITO FELIZ PELA VISITA ASSINALADA, AQUI NO MEU ESPAÇO RIBATEJANO!!!
      POIS ESTE É MESMO SÓ RIBATEJO, E MAIS RIBATEJO!!!
      PARA OS ASSUNTOS MAIS GLOBAIS PODEM ENTRAR NO HOBBY DILAILASILVEX.

      OBRIGADO PELO COMENTÁRIO ELOGIOSO AO MEU TRABALHO, COM O MAIOR RIGOR E SABER!!!
      1 BEIJINHO LÍDIA

      Eliminar